Os lúcidos seguidores

13 de jan de 2014

A minha poesia


Usufrui de minha poesia
Sentado na cadeira do quarto
No céu a minha alma ria
Meu corpo é uma cadeado
Minha alma é revelia

12 de jan de 2014

Midia Ninja - jornalismo ninja


As informações estão cada vez mais escassas
Cada vez mais raras
Não podemos saber como anda o mundo?
Não podemos saber quem esta atrás da máscara
Afinal, quem é que esta atrás do muro?

uma pequena entrevista para entender melhor, o que é a mídia ninja

10 de jan de 2014

A falsa razão



            As pessoas discutem entre si, tentando cada uma defender a sua razão. Cada pessoa vê com seu olhar único, o seu lado da moeda. Envenenados pelos motivos ao qual acreditam, os defendem com unhas e dentes. Pessoas perdidas. Assim os olhos se cegam e a verdade se perde. Ao defender cegamente o nosso lado, nos limitados as diversas razões que o mundo nos dá e nos perdemos na ignorância de nossas escolhas. 

9 de jan de 2014

Vila Madalena - um pouco de SP

            Morei em SP por um ano, durante esse tempo pude conhecer vários locais, dentre eles, o bairro vila madalena, situado na região oeste de SP.


            Um dos motivos que me agradou na vila madalena foi a arte puder se expressar naturalmente pelos seus muros e pelas suas casas, até mesmo pelos seus bares. É um bairro bem caracteristico de SP, para mim traduz um pouco da alma de SP, afinal o grafite faz parte da cidade. E a vila madalena é feita de grafite, não só de grafite, outras artes também, mas é a que mais predomina em nossa visão.


            Uma outra coisa predominante é os barzinhos, cheios de gente e quase sempre lotados. A vila Madalena é um bairro boêmico, ao andar por suas ruas, você encontra todo tipo de cerveja e algumas garrafas de cachaça, e isso vem desde os anos 70 por causa da proximidade com a USP.


             Isso sem contar com a irreverência que possui os nomes das ruas que formam o bairro, fazendo dela ainda mais especial. Os nomes foram dados por estudantes que participavam de movimentos diversos.


            De fato para quem for para SP e nunca conheceu Vila Madalena eu indico que o conheça. 
             A associação de moradores organiza feiras para mostrar os talentos artísticos do bairro e um festival anual - a famosa "Feira da Vila" - que atrai gente de toda a cidade, com shows e barracas de artesanato. Uma vez por mês, as lojas e ateliês fazem um fim-de-semana com todos os produtos na calçada e uma van que leva gratuitamente os visitantes para conhecer os pontos mais interessantes do bairro.




7 de jan de 2014

Amor - Amarello

           Vasculhando a internet e sua infinidade, encontrei essa raridade, uma propaganda de uma revista independente chamada Amarello, por sinal muito boa, deixarei o link do site abaixo do video. Logo me interessei pelo assunto do video. E não por acaso acabei gostando dele e decidir postar ele.

Amarello Amor from AMARELLO on Vimeo.

http://www.amarello.com.br

6 de jan de 2014

Tim Maia


Tim Maia, era o nome artístico de Sebastião Rodrigues Maia.

              
              Ele foi um dos responsáveis por trazer o Soul a música brasileira e reconhecido mundialmente. Era cantor, compositor, produtor, maestro, multi-instrumentista e empresário brasileiro. E acabou marcando pelo seu jeito único, dentro e fora dos palcos.



                    Lançou vários discos homônimos, fazendo sucesso com canções como "Não Quero Dinheiro" e "Gostava Tanto de Você". De 1975 a 1977, aderiu à doutrina filosófico-religiosa conhecida como Cultura Racional, lançando, nesse período, as músicas "Que Beleza" e "Rodésia". Pela decadência de suas músicas influenciadas por essa escola filosófica, desiludiu-se com a doutrina e voltou ao seu estilo de música anterior, lançando sucessos como "Descobridor dos Sete Mares" e "Me Dê Motivo". Muitas de suas músicas foram gravadas sob a editora Seroma e a gravadora Vitória Régia Discos, sendo um dos primeiros artistas independentes do Brasil. Ganhou o apelido de "síndico do Brasil" de seu amigo Jorge Ben Jor na música W/Brasil. Na década de 1990, diversos problemas assolaram a vida do cantor: problemas com as Organizações Globo e a saúde precária, devido ao uso constante de drogas ilícitas e ao agravamento de seu grau de obesidade. Sem condições de realizar uma apresentação no Teatro Municipal de Niterói, saiu em uma ambulância e, após duas paradas cardiorrespiratórias, faleceu em 15 de março de 1998.




A revista Rolling Stone classificou Tim Maia como o maior cantor brasileiro de todos os tempos , e também como o 9º maior artista da música brasileira.