Os lúcidos seguidores

8 de mai de 2011

Sonho de um louco



No caminho para o inferno de falsas flores, vi sois queimam meus olhares, e apenas você permanece intacta nessa minha loucura de uma pessoa demente, no horizonte longe, onde tudo se destrui e você construí no mesmo segundo que tudo se quebra, ao chegar perto de você em um simples relance, vejo seu olhar com imagens do passado, um passado em que eu era um menino que destruía flores, que talvez poderiam um dia alguma daquelas flores que morrera em minhas mãos, estar a sete palmos a cima do meu corpo.

Nenhum comentário: