Os lúcidos seguidores

14 de jul de 2011

Mentalmente



Na turbulência constante
Do meu pensamento andante
Algo tão complexo
Sem nexo e sentido
Contrario a razão
Inibido coibido
Liberto do mundo
Algo tão azul
Como céu púrpuro
Do entardecer
Em que não se pode ver
O céu das nuvens brancas
Minha cabeça é assim
Sem a mínima contradição

Nenhum comentário: