Os lúcidos seguidores

16 de nov de 2011

Minha única loucura



A minha loucura
É tão bucólico quanto à razão
Desdoura minha mente
Em único doloroso coração
Perplexa são as imagens
Que fazem a loucura
Refletidas no céu
Minha confusa razão
Psicose ampla
Cabeça pampa
Tal loucura
Abre atalhos
Pelos caminhos árduos
De momentos sucessivos
De atalhos céleres
De amores eternos
Que acabam no dia seguinte
A vida é assim
Fria a mim

Nenhum comentário: