Os lúcidos seguidores

29 de dez de 2011

A vida como ela é



A vida nos acaricia com uma mão
E nos fere com a outra sem pena
Uma amiga solitária, uma mãe sem pudor
Nos ensina e não perdoa nossos erros
Nos mostra o que realmente é felicidade
E nos proporciona a verdadeira dor
Quando a mesmo se omite de um bem amado
A vida é um estalo, quase que eterno
Mas delimitado pela morte

Nenhum comentário: