Os lúcidos seguidores

4 de out de 2014

O que eu não preciso


Eu não preciso de uma falsa coragem
Para ser o que sou
Não preciso virar nenhum copo
Nem mesmo o de cachaça
Para conseguir viver
Não preciso de motivos
Quando o verdadeiro motivo sou eu

Nenhum comentário: