Os lúcidos seguidores

20 de dez de 2011

O carnaval



Vejo a exultação na rua 
As marchinhas a ouvir
A galera a cantar
Mas eu a te lembrar 
Nos devaneios vejo sua imagem
O isolamento intensifica minha saudade
Estou a te lembrar e a delirar de carência
Nem o vinho e nem o fumo
Tem sua graça, perderam o encanto.
Sem você os vícios somem 
E a dor do intimo aumenta
Nada me contenta a não ser te ter
O carnaval já perdeu a graça
Do que adianta a alegria e o falso prazer
Sem ao menos te ver 
Agora no sofá fico a pensar
Vendo o folião passar
E eu a te lembrar
Sonhando em um dia te ter.

Nenhum comentário: