Os lúcidos seguidores

18 de dez de 2011

Quando eu partir



Quando chegar o momento deu partir, que eu vá caminhando sem olhar para trás, vendo apenas os rastros de uns pobres mortais, que meu cárcere ande sem endereço, sem tropeço, sem mim, pois quando eu partir, deixarei aqui boa parte desse meu coração selvagem, no colo dos meu amores, dores sem fim.


Nenhum comentário: