Os lúcidos seguidores

13 de dez de 2011

Senhora morte




Maldita seja a morte
Que nos rapta o calor do corpo
Oh dama negra, negritude
És fria, gélida, mortal
Morte, é o segredo dessa vida
Que nunca venha a mim
E caso insista, oh morte
Que chegue bem vestida
Com sua melhor roupa
Véu e linho negro
Sempre distinta
Oh morte te repugno
Te afasto de mim
Mas caso venha não esqueça
Traga contigo a sorte
E que venha com a melhor roupa
Dançando pelo fio do acaso
Embriagando-se de vidas


Nenhum comentário: