Os lúcidos seguidores

25 de jan de 2012

Te provoquei



Te provoquei
Provei do teu amor amargo
E no final não te dei
Esqueci do que eu era feito
E morri em um amor imperfeito
Eu disse prevendo o futuro
E iludindo meu momento
Que você era só contento
Mas esqueci do que eu era feito
Feito realidades fracas
E ilusões que neguei
E no final apenas morri
De um amor imperfeito
Te provoquei
Para provar o meu orgulho
Para dizer para mim mesmo
Que o nosso amor não era maior do que tudo
Pois o tudo é alucinação

Nenhum comentário: