Os lúcidos seguidores

26 de fev de 2012

O reflexo do eu


Não sei quais são as duvidas
Muito menos a respostas
Vou me olhar no espelho
E lavar meu rosto imundo
Não vou me reconhecer
Mergulhado de desejos
Que nunca vão acontecer
Cuspindo pretextos
Esquecendo os fatos
Me faço um esquecido
Desse amor, fardo
No reflexo do espelho
Nada vejo, além de um outro eu
Feito do passado
E eu do outro lado do espelho
Sou o presente momento
Momento censurado 

Um comentário:

Sahara Higino disse...

Aqui,
senti-me descrita,
assim posso afirmar.


É de pura beleza.