Os lúcidos seguidores

22 de fev de 2012

Mulher selvagem


Eu quero me afogar no teu amor
Quero ser unicamente sua dor de amar
Quero me perder nesse teu corpo felino
Me iludir nesses olhos a parte
Mulher selvagem, Mulher apenas
Me deixe morrer de amor, agora
Me fazer acreditar, que posso te ter
Mas você apenas me ignora
Me fazendo sofrer
Mulher selvagem, tuas garras
Me marcaram a mente
Desse corpo demente
Me faça homem, por favor
Misturando prazer e dor
Apenas sigo teus atos
Mulher selvagem, amor primitivo
Prazer quase que infinito
Mulher selvagem

Nenhum comentário: