Os lúcidos seguidores

25 de fev de 2012

Virando o momento



Pouco importa esses atos sem razão
Ou mesmo a versão nova de sua vida
Bebo uma dose, virando esse momento
Que queima a garganta, rasgando as lembranças
E esquenta o corpo desse homem, acalento
E quando perguntarem, direi sem aborrecimento
Bebo sem motivos, fingindo o sofrimento
Sou apenas um admirador desse boêmio momento

Nenhum comentário: