Os lúcidos seguidores

6 de mar de 2012

Apenas um humano



Eu quero alguém em que eu possa confiar
Para dizer os meus segredos mais íntimos
Para puder andar sem desconfiar, sem controlar as palavras
Me abrir por completo e sem defesas me mostrar
Quero alguém para ver meu lado mais podre
E sem julgar, apenas me abraçar, sem se importar
Deu não ser nenhum perfeito, apenas humano
Cheios de defeitos, sou um homem e não um santo

2 comentários:

Sahara Higino disse...

O ser envolto de ti,
Abraça-o.
Olhe pra dentro,
olhe pra si.

Luz!

Luciana Bertelli disse...

É o que procuramos todos nós! Alguém que nos aceite na loucura, dos dias passando, na clareza da compreensão do silêncio, no mais profundo no mais fraco, no sem sentido, e ainda assim nos aceite. Sem julgamentos. Amei.