Os lúcidos seguidores

27 de mar de 2013

O corpo que transborda



Sou um corpo que transborda
Meu sangue, suja a roupa
Minha palavra aborda
Sou um homem que se diz poeta
Mas nas palavras me perco
Nas dúvidas me calo
Quando fecha o cerco
Corro para dentro de mim
E ai sim, me acho


Nenhum comentário: